17/02/2020 às 08h48min - Atualizada em 17/02/2020 às 08h48min

Três homens são assassinados em lava-jato

A polícia ainda não sabe o motivo do crime e busca pelos suspeitos

https://diarinho.com.br/noticias/policia/tres-homens-sao-assassinados-em-lava-jato/

Uma chacina aconteceu dentro de uma lavação de carros, na manhã de sábado, em Balneário Camboriú. O crime foi na avenida Normando Tedesco, esquina com a rua 3750. Três homens a bordo de um Jeep Renegade preto fizeram vários disparos simultaneamente. As vítimas foram identificadas pela polícia Militar como Ruan Carlos Milczewski, Cristiano Diogo de Oliveira e Luciano Winkler. Apesar do atendimento do Corpo de Bombeiros e Samu, os três não resistiram aos ferimentos e morreram no local.
O veículo dos atiradores foi localizado abandonado cerca de 11km do local do crime. O Jeep é roubado. Dentro dele foram encontrados um sapato, uma touca balaclava, uma camiseta preta com a frase “Polícia Civil” imitando o uniforme oficial da polícia e outras roupas.
Segundo as investigações, outras duas pessoas estavam na lavação no momento dos disparos, mas conseguiram fugir. Um deles seria um cliente que aguardava a higienização de seu veículo. Quando ouviu os disparos o cliente crreu naa direção do mangue. O outro homem foi visto por uma testemunha saindo do mangue todo sujo de lama. Ele subiu em uma moto e foi embora. Ele teria acabado de roubar uma residência e foi pego pela GM mais tarde.
A polícia Militar está desde a manhã de sábado fazendo buscas, mas ainda não se sabe o motivo do crime. Um grupo de policiais fez buscas durante toda a madrugada de domingo na região, mas nenhum dos atiradores foi ainda identificado ou preso.

Filho de artesã está entre as vítimas
Luciano Winkler seria o dono da lavação onde a execução aconteceu. Ele tinha 36 anos e era filho de Neila Winkler, carinhosamente conhecida por“Nelinha”, uma das artesãs mais conhecidas e antigas de Balneário Camboriú. Nelinha expõe seu trabalho na Vila do Artesanato, no centro da cidade, há anos. Na manhã de domingo, uma fila preta amarrada na porta do ateliê anunciava o luto da mãe.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp