16/05/2020 às 10h51min - Atualizada em 16/05/2020 às 10h51min

Covid-19: Bancada do Oeste debate situação dos hospitais da região

AGÊNCIA AL
Jaqueline Noceti / Secom
Deputados estaduais integrantes da Bancada do Oeste debateram a situação dos hospitais da região durante reunião virtual nesta sexta-feira (15). Por quase duas horas, os parlamentares ouviram relatos de dirigentes das unidades e do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

De acordo com o coordenador da bancada, deputado Maurício Eskudlark (PL), há uma preocupação com a situação dos hospitais do Oeste. “Principalmente em Concórdia, que ontem contava com 16 leitos de UTI e 15 estavam ocupados, e o de Chapecó”, citou. O primeiro município já contabiliza mais de 300 casos confirmados de coronavírus, enquanto o segundo, considerado como cidade polo no desenvolvimento econômico da região, soma mais de 460 casos, ficando atrás somente de Florianópolis.

O secretário informou que recursos e equipamentos devem ser destinados pelo Estado para Concórdia. Segundo ele, o governo projetou um incremento nos leitos em Santa Catarina e que o foco do trabalho é o combate ao coronavírus. “Em março a estimativa era de mais de 700 leitos de UTIs em toda Santa Catarina e o objetivo era supera a marca de 1,5 mil. Já ultrapassamos os 1,2 mil”, garantiu.

O representante da diretoria do Hospital Regional do Oeste (HRO) de Chapecó, Osmar de Oliveira, deixou claro que há necessidade de empenho financeiro e da ampliação das UTIs e que os hospitais particulares do município têm ajudado na condução do problema. Jeferson Gomes, diretor do Hospital Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste, relatou que o cenário na cidade é considerado tranquilo. Segundo ele, os recursos destinados tanto pelo governo estadual quanto pelo governo federal têm auxiliado e o volume de casos, até o momento, é pequeno.

Para Eskudlark, a reunião foi muito importante. A conversa, na avaliação dele, foi esclarecedora. “O secretário falou sobre todos os hospitais da região, os administradores e deputados puderam fazer suas cobranças e tirar suas dúvidas. É assim, com diálogo que podemos melhorar o atendimento à população e dar segurança nessa questão de combate ao coronavírus”, avaliou.

(Com informações da TVAL)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp